Poema: Sagrada

sexta-feira, dezembro 04, 2015

Poema : Sagrada


Na correnteza fria,EU SOU .
Mistério profundo outrora guardado
A luz em mim era confortável farol
Majestosos rios e imperiosos mares
São todos minha morada
A brisa fria que geme nos lagos, eu sou ,
A doce maresia que encanta na praia, eu sou ,
 A farfalhar de asas ao redor das fontes, eu sou,
O cascatear dançante no meio das rochas, eu sou.
Sou a semente que pulsa na terra seca
Que guarda com sua dura casca a delicada vida.
Eu sou a gota de orvalho que a germina.
Eu sou as raízes fincadas no solo
E as folhas rendidas ao sol
Sou os frutos maduros que alimentam,
Sou as flores que me enfeiram.
Sou o pólen levado ao vento
Eu sou a loba que amamenta 
E também sou o dragão
Eu sou a coruja que vigia e também a cotovia
Sou a lontra que desvia e se esconde
A sereia que encanta e se apaixona
Sou a virgem e a parideira
Sou a formiga no inverno
Na primavera borboleta
Sou ferro e fogo
Estou no sopro que apaga a vela 
Sou gelo e ar
Estou na bruma que cega.
Sou a mata que abriga e afugenta.
A água que sacia e afoga..
O leite da mulher amada.
Sou a terra que acolhe e sou o protetor céu. 
Sou doce e perfumada
Mandrágoras amarga feito fel.
sou várias e sou uma,
Sou Sagrada.

Autora: Lunna Marcela 



Read More

quarta-feira, setembro 16, 2015

Poema: Rainha Favela


Não sou esta ou aquela
Rondo o escuro
E tenho ciência.
Meu destino é sempre duro
Mas eu sigo na cadência
Sol a sol vencendo a mazela

Descendo a ladeira
Tropeço...
Escorrego...
Desfaço,
Na sujeira.

Aprumo...
Renasço...
Bem faceira,
Subindo a ladeira.

Sou a bruxa e a donzela
Nas minh’as mãos seu pranto seguro
Só não tenho mais paciência
Pra nenhum de seus abusos
Acabou-se a reticência 
Sou mais eu, rainha Favela.

Autora: Lunna Marcela

Read More

quinta-feira, setembro 10, 2015

Divulgação: Projeto de Apoio a Obra Africanta: Ser Negro, de Hudson Ribeiro




Olá Flores, 

Mais do que prazer e alegria, eu  tenho imenso orgulho em apresentar para vocês esta pessoa incrível e talentosa, o capixaba, o militante, o educador e para não dizer mais escritor Hudson Ribeiro. Autor de diversas obras como será melhor explicitado abaixo, Hudson tem focado seu trabalho para falar da história, da cultura, da arte e da beleza da Gente Negra. Como mulher negra, educadora e mãe eu reconheço a grande importância e necessidade de termos no cenário nacional Literatura não para falar sobre o negro mas que seja a sua voz. Hudson me enviou o material de divulgação de seu trabalho o qual estarei transcrevendo agora. O Projeto de Divulgação da Obra Africanta: Ser Negro está em pleno desenvolvimento e por este caráter de resgate de identidade e representatividade do povo negro é que  ele deve receber o seu apoio. Quer saber mais sobre o projeto? Clique AQUI  e confira.



Sobre a Obra:
O AFRICANTA: SER NEGRO inova ao tratar da africanidade pela ótica poético-filosófica, se na vertente poética sobressai o lirismo com que o autor enaltece a nobreza da raça; na vertente filosófica o que é proposta é uma reflexão acerca da originalidade do pensamento africano, como anterior ao pensamento europeu.
       Desde 1978 estou atento à evolução do movimento negro brasileiro, com a lei da obrigatoriedade do ensino da história da África no currículo escolar houve um salto qualitativo em termos de legislação, o que não significou um reflexo nas ações que têm como intuito a promoção da igualdade racial, como educador regente em sala de aula pude observar há distância abissal entre o que diz a lei e o que é praticado no cotidiano das escolas, na maioria das vezes por falta de referencias teóricos capazes de fundamentarem a ação educativa, o livro AFRICANTA: SER NEGRO se engendra nesse horizonte de reflexão e se dinamiza nas duas vertentes expostas acima, a saber, se por um lado, poeticamente enaltece o modo de ser negro, por outro lado, convida a uma reflexão filosófica no sentido de derrubar a fachada ideológica que tenta perpetuar a falácia de que a história da humanidade tem o seu início com a formação do modo de ser europeu.

Ah, se na infância me tivessem contado assim, de forma tão poeticamente bela, a história do meu povo! ... Teria tido mais garra, força e afirmação; teria sido invadida por uma contundente alegria de existir, de Ser Negro, nesse país de tantas desigualdades, desconsideração e negação do povo negro! Esse é o sentimento primeiro que o contato com a bela e sensível obra de Hudson Ribeiro desperta. E esse sentimento vai se transformando, transbordando ao longo da leitura, em desejo imenso de ler em voz alta, ecoando em todos os cantos, as alegrias, encantos, os contos, prazeres, crenças e danças, as cores, odores, dores e amores desse Ser que se renova [re]encantando-se.O poema Nas Savanas Africanas encantadoramente nos remete às Orí... Gens descortina o itinerário que temos percorrido e ganha vida na cadência dos poemas que se seguem. De forma lírica nos vemos traduzidos em versos e transportados à matriz milenar, num canto de afirmação, que acende as chamas da origem e nos aquece ao calor do toque do atabaque.Hudson Ribeiro traz a marca das palavras vivas, vividas, verdadeiras que nos ecoam na alma entalhada pela História. Seus versos nos revelam, envolvem, revolvem e conclamam a continuarmos firmes na caminhada do Ser Negro, a despeito da dura realidade, que insiste em marginalizar nossa existência e territórios. Africanta: Ser Negro com sua iluminada beleza poética é um convite à leitura partilhada com filhos, netos, alunos e companheiros inundando-nos a alma, assim como ensina a tradição Griot.Sandra Leandro(pedagoga e militante do movimento negro capixaba)
Sobre o Autor:

Hudson Ribeiro é formado em Filosofia e Especialista em Educação Comunitária pela UFES (Universidade Federal do Espírito Santo). Atua como professor efetivo da rede estadual de ensino capixaba. Desde O final da década de 70 participa de movimentos populares, marcadamente no movimento popular nos Morros do Cabral, no Morro do Bananal e no Morro da Chapada, localizados na zona periférica de Vitória com a organização de compras coletivas, legalização de terrenos, alfabetização de adultos segundo O método Paulo Freire e o Movimento Negro Zumbi dos Palmares. Foi coordenador do PEA (Programa Escola Aberta) durante sete anos. É membro do Coletivo Negrada, e estudioso da cultura afro-brasileira na Companhia Enki do coreógrafo e bailarino Paulo Fernandes. Em 2004 lançou o livro de reflexões filo-literárias em parceria com Vitor Cei, Ideias com Pernas, e em 2013 lançou a coletânea de contos, Lucidez Renitente.  Atualmente organiza um coletivo com o objetivo de agregar a produção cultural negra na capital do Espírito Santo que será denominado de NEGRITO PRODUÇÕES CULTURAIS AFRO-BRASILEIRA.


TÁ NA CARA
Por ser tão óbvio
Poucos compreendem
Aprisionados pela aparência
Da fantasmagórica aparição
O que rege o universo
Encontra-se nitidamente escrito
Nas linhas das palmas das mãos.
Por ser tão óbvio
O espelho já não reflete
A imagem invertida
Inusitadamente convertida
Entristece Narciso
E fazem os colibris
Desencontrarem-se da flor
Que renitente desabrocha.
Por ser tão óbvio
O perigo exige cuidados
A noite sombria cai
Como ponte mal construída
Sobre a mente dos mortais
Aprisionados pela aparência
Da fantasmagórica aparição.
(Hudson Ribeiro)


Espero  que tenham gostado flores. Abraços poéticos.




Read More

quarta-feira, setembro 09, 2015

Poema: Aqui Jaz



É porque a guerra está apenas começando
Um alto preço deve ser pago
Enfileirem-se os meus algozes
Hoje saio da trincheira
Ribombam os canhões
Há fogo nos meus pulmões
Abelhas zumbem velozes
E os chacais rejeitam a minha carne
No nada a sombra se esgueira
Peito desnudo, caminhando.
E olhos vidrados
A fome que dilacera
Mas a morte ri do meu semblante
Um anjo me deseja, mas sou impura.
A loucura verte em minhas mãos.
E em pobre desgraça converte;
A água em fel
O riso em carranca
A fé em injuria.
O anjo me despe da asa
O lamento encobre a canção.
E a morte me deita em cova rasa.
Sem luz
Sem cor
Sem ar
Quero afeto
Quero amor
O silencio se faz.
Aqui se faz 
O recomeçar.
Aqui jaz
Autora: Lunna Marcela 

Read More

quinta-feira, setembro 03, 2015

Resenha: Sol e Lua




Rosa sempre foi fascinada por historias de fadas que sua tia lhe contava, mas ao descobrir que havia sido adotada, jamais imaginou que pudesse fazer parte desse mundo que acreditava ser apenas fantasia e tampouco que poderiam existir outros seres sobrenaturais como vampiros. Vendo-se perseguida por um misterioso vampiro que conheceu em uma sala de bate-papo na internet, ela demora muito a se apaixonar por ele e terá que escolher entre sua herança de fada e seu amor por Antoine.  








Olá Flores,

A resenha de hoje é do livro Sol e Lua, autora Mary Luna, 174 páginas, Uno Editora. Eu acredito que a autora tenha cumprido bem o papel de escrever um livro leve e de leitura rápida e divertida para o público adolescente e jovem fãs deste gênero literário bastante em moda nos últimos anos. Romance entre seres mágicos, sobrenaturais e híbridos com humanos ou não, a superação de suas diferenças em nome de um amor considerado impossível é sem sombra de dúvidas um belo atrativo. Seriam estes os novos Romeu e Julieta? Estariam as diferenças humanas tão superadas a ponto de se tornarem maçantes como temas de romances?

Fato é que lamentavelmente, depois de tantas obras abordando o aspecto sobrenatural do romance nota-se certa saturação no mercado literário e aquilo que prometia inovação acabam sendo repetição de fórmulas gastas e batidas. Mas qual seria o problema então? Inventar, criar outras possibilidades de encontros amorosos?  Quem sabe um humano e um extraterrestre vivendo um amor além das estrelas...


Enfim, as possibilidades são infinitas e totalmente possíveis, porém o autor não pode se limitar por paginas, tempo, sabe-se lá por que, que o impede de aprofundar-se naquilo que ele teve como inspiração para a construção de sua obra.   No decorrer de toda a leitura não percebi emoção verdadeira na narrativa deste texto, não senti medo ou conflito na personagem era como se ela a personagem principal já tivesse lido a ultima pagina de sua historia e já sabia que não valeria a pena se desgastar por nada daquilo.

Os personagens que constituem o núcleo familiar de Rosa, assim como ela não passam de vultos e vultos também são todos os demais.  Mais uma vez eu lamento, pois tinha tudo para dar certo, mas não foi assim que senti. É como se o livro estive na fase de roteiro para pesquisa e aprofundamento posterior. Uma pena realmente.

E para concluir temos a personagem central com o péssimo habito de tratar as outras mulheres por termos pejorativos, coisa que nós mulheres teríamos que abolir de nosso meio o quanto antes. Seria excelente se a literatura pudesse contribuir com isso não perpetuando esta pratica na sociedade.

Sem mais, abraços poéticos.


Read More

terça-feira, setembro 01, 2015

Divulgação: 1º Concurso FB de Poemas e Textos, organizado por Luiz Amato


Olá Flores,

É com imensa alegria e satisfação que divulgo esta belíssima  iniciativa do escritor Luiz Amato autor de algumas obras já reconhecidas  como A Jornada e A Lenda.
Trata-se de um projeto que visa incentivar assim  como lançar luz e dar visibilidade a Literatura Nacional chamado 1º Concurso FB de Poemas e Textos. Vamos conferir algumas informações sobre o concurso?



#literaturanacional COMEÇA AMANHÃ.DIA 01.09.2015 - 1° CONCURSO FB DE POESIAS E TEXTOS. PARTICIPE, É GRÁTIS. LOGO PUBLICAREMOS UM NOVO POST, COM AS REGRAS. SERÁ BEM SIMPLES. QUEM PUDER, FAVOR COMPARTILHAR PARA AMIGOS EM GERAL. ESTA IDEIA É UMA FORMA DE INCENTIVAR AS PESSOAS A ESCREVEREM MAIS. A INSCRIÇÃO É LIVRE E GRÁTIS. O CONCURSO É ABERTO PARA TODOS QUE QUISEREM PARTICIPAR. EM ATENÇÃO ÀS VARIAS PERGUNTAS, INFORMAMOS QUE NÃO HAVERÁ CONFECÇÃO DE LIVRO COMO UMA COLETÂNEA. LITERATURA NACIONAL - TUDO DE BOM - PARTICIPE - MOSTRE AOS LEITORES DO QUE VOCÊ É CAPAZ !!!!!!!!! DÚVIDAS, MAIS INFORMAÇÕES, PERGUNTE. SINTA-SE A VONTADE. ABRAÇOS A TODOS.
1- Pode ser com pseudônimo (nesse caso, só eu saberei)
2- Não precisa ser inédito 3- Cada autor pode participar com no máximo em texto e um poema. 
4- Tamanho máximo de 2 páginas formato A4 
5- Não existe restrição para temas. 
6 -É grátis. 
7- Não haverá premiação EM DINHEIRO, somente um post com a divulgação dos participantes e suas respectivas notas.
8 - Enviar a partir de amanhã. para p meu e-mail: a-amato@uol.com.br



Bom eu vou correndo preparar minha participação no concurso ... E você?

Boa Sorte, abraços poéticos.



Read More

segunda-feira, agosto 31, 2015

Resenha: A Essência Divina do Amor


Titulo: A Essência Divina do Amor
Autor: Eduardo Rossato
Paginas: 280
Editora: Petit Editora













Sinopse:
Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja do amigo, que é casado com Ana e com quem tem um filho, Orlando, num acesso de fúria, mata o companheiro. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão que enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.



Olá Flores,

Mais uma obra publicada pela Petit Editora que me surpreende pela gama de conhecimentos que ela traz e que no meu entender são sim essências para vivermos bem e em paz, conosco e com o outro.
Neste romance percebi também que a historia não está focada no encontro e reencontro do casal que originalmente eram chamados por Ana e Frederico. Antes se trata de um reencontro de almas ligadas pelos mais distintos tipos de laços, passado e presente.

A narrativa insere dados e fatos históricos bastante aprofundada sobre as cidades de Florianópolis e Santa Catarina, inclusive fazendo a contextualização de algumas cenas correlacionando-as com as festas religiosas como a festa do Divino Espírito Santo.

Temos a presença do irmão Bernardo, um mentor espiritual como presença marcante no decorrer de toda a obra. Irmão Bernardo que oferece atendimento em um dos muitos postos de assistência e orientação as almas, recebe os personagens neste plano quando durante o sono eles o procuram para melhor entender a missão individual de cada um. Os motivos para suas dores e prováveis caminhos que podem ser trilhadas a fim de alcançar um estado de perdão e amor divinal em seus corações.

Nestas audiências com irmão Bernardo o leitor apreende os ensinamentos por meio da escuta e fala do benfeitor. Conforme a historia avança os personagens começam a compreender seu lugar n mundo e o papel de cada um na vida do outro.  A importância do resgate de dividas passadas e a necessidade de receber com alegria a oportunidade de fazer a vida ter  trajetórias e historias diferentes.
A escrita do autor é um pouco densa talvez pela quantidade de informações que ela carrega oque nos leva a fazer uma leitura com bastante foco e atenção. É um livro para ser guardado para consultas posteriores sobre o assunto vidas passadas e resgate.

Não citarei os personagens individualmente, pois percebi que o mais importante da obra é a Essência de amor Fraternal e Divino que ela exala e não exatamente os personagens dela. Mais uma vez eu concluo a leitura de uma obra da Petit Editora com a sensação de que me torno uma pessoa melhor no mundo, sentindo paz no meu coração por entender que cada um de nós está exatamente no lugar que escolheu estar. Que convivemos com pessoas que nos são caras e que a elas dedicamos e recebemos o amor conforme o desejo de nosso coração e a Divina vontade.


Abraços poéticos, 


Read More

sexta-feira, agosto 28, 2015

TAG: Trechos de Músicas


Olá Flores,
Hoje venho dizer a vocês um pouco do meu eu musical, a linda Francine Porfirio do Blog My Queens me convidou para responder a esta TAG que originalmente foi criada pelo Blog O Outro Lado da Raposa. Devo dizer que além de ter me sentido muito feliz com esta indicação, ainda me oportunizou momentos de muita alegria e prazer. Pude vasculhar minhas memorias afetivas e isso foi uma delicia. Fran minha linda agradecida pela sua lembrança, carinho e amizade. Um alerta: Sou péssima com Tags. J
A TAG funciona da seguinte maneira: para cada frase, devo apresentar um trecho de música.

Regras:
Dar os créditos ao blog que criou a tag (O Outro Lado da Raposa).
Indicar três ou mais pessoas e avisá-las.
Então vamos a ela.


Um trecho que te emociona…
Wish You Were Here
How I wish,How I wish you were here.We're just two lost souls. Swimming in a fish bowl
Como eu queria, Como eu queria que você estivesse aqui. Nós somos apenas duas almas perdidas. Nadando num aquário.

Um trecho alegre…
Single Ladies
All the single ladies,  All the single ladies ( Precisa traduzir ?)  rsrs


Um trecho que você não consegue cantar…
Galopeira
Galopeira, nunca mais te esquecerei.
Galopeira, pra matar minha saudade  (kkkk)


Um trecho que fale de comida…
Todo amor que houver nessa vida  
Eu quero a sorte de um amor tranquilo,
Com sabor de fruta mordida.
Nós na batida, no embalo da rede,
Matando a sede na saliva.
Ser teu pão, ser tua comida.
Todo amor que houver nessa vida.
E algum trocado pra dar garantia!

Um trecho que descreva um momento da sua vida…
Não deixe o samba morrer.
E quando eu não puder pisar mais na avenida
Quando as minhas pernas não puderem aguentar
Levar meu corpo, junto com meu samba
O meu anel de bamba, entrego a quem mereça usar

Um trecho que fale o nome da música…
Como nossos pais
Ainda somos os mesmos e vivemos
Como os nossos pais...

Um trecho que diga exatamente o que você pensa…
Sampa
Quando eu te encarei frente a frente e não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho

O único trecho que você sabe da música e que sempre fica na sua cabeça…
Malandragem
Pois sou criança e não conheço a verdade
Eu sou poeta e não aprendi a amar
Bobeira é não viver a realidade

Seu trecho favorito…
Vida Louca Vida
Vida louca vida, vida breve.
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve

Flores eu espero que tenham rido um bom bocado e isso é que vale. Alegria amadas!!
Vou marcar para responder a esta TAG algumas amigas, mas estão todas convidadas a participar.

Até breve. Abraços poéticos.


Read More

Resenha: O Mundo Encantado das Cores



Olá Flores,
Esta será uma resenha bastante diferente de todas as outras.  Esta diferença se dá pela característica interativa da obra então contarei para vocês como a pintura das imagens deste livro se tornou uma realização coletiva na minha família.

Pois muito bem a forma de inserir as pinturas em minha casa tem sido a seguinte; eu vou pintando as ilustrações sempre deixando partes inacabadas e quando um familiar vem para conversar comigo eu levo a pessoa para mesa e já coloco o livro e os lápis na frente dele e digo... Vai pintando ai enquanto conversamos (risos).

E tem sido assim uma coisa muito bacana porque às vezes momentos que supostamente seriam de conversas tensas acabam por se tornar mais leves. Perde-se a seriedade do momento e as pinturas assim como o meu trabalho junto ao blog e editoras acabam vindo a baila. A nossa "produção" ainda é pequena mas tende a crescer vertiginosamente. XD


Estou imensamente feliz com este presente adorável da Butterfly Editora e a minha família de igual maneira, encantada. Bem flores, é isso e para quem não teve a oportunidade de conhecer a obra confira e aproveite que a editora está sempre com promoções interessantíssimas no site.


Abraços Poéticos, 


Read More

terça-feira, agosto 25, 2015

Resenha: Em Busca das Borboletas Vol.2, de Margarida Pizarro

Titulo: Em Busca das Borboletas Vol.2
Autora: Margarida Pizarro
Paginas: 450
Editora: Chiado Editora
Sinopse:
Maria vivia a história de amor por que sempre sonhou, até o passado de Dale assombrar as suas vidas e a fazer entrar num pesadelo. Será que o amor deles é forte o suficiente para ultrapassar os perigos que o passado dos Sloan pode trazer para as suas vidas? Será que esse amor conseguirá transpor as barreiras criadas por esses acontecimentos.  As dúvidas espalham-se e fazem-na pensar se realmente a sua história com Dale está predestinada a acontecer. Um conto de fadas dos tempos modernos, que nos faz pensar se até mesmo o amor verdadeiro resiste a tudo. Um maravilhoso e viciante romance que nos faz sonhar.




Olá Flores,

Faz bem pouco tempo eu li e resenhei o vol.1 desta obra. Lembro-me que fiquei muito bem impressionada com a história de amor tecida entre Maria e Dale, tanto que estou aqui hoje para lhes falar sobre como a autora conduz a sequencia deste delicioso romance.
Para quem não se recorta ou não teve a oportunidade de ler a resenha sugiro que confira AQUI. Devo dizer os volumes são compreensíveis independentemente um do outro e que o volume 2 mantem alguns aspectos do volume 1 e outros são alterados.
A autora mantem as principais características de seus personagens, a musica sendo fio condutor da trama e o clima de “A união Faz a Força”.  São mantidas também as borboletas de Maria que continuam dando voz e sentido à psique de Maria como se fossem personagens a parte. Para quem não entendeu o “papel” das borboletas, explico; as borboletas são metafóricas. Maria chama de Minhas Borboletas as suas emoções e sentimento. Se Maria está excitada, suas borboletas voam enlouquecidas dela, quando Maria está triste elas se calam, enfim aconselho que leiam a obra, pois é um detalhe bem gostoso da trama.

O casal continua fofo e muito apaixonado com a benção dos deuses, de seus amigos e de seus familiares. Porem eles vão ter que amadurecer desta vez, pois enfrentarão alguns desafios tanto em relação a eles mesmos quanto externos. Vão mostrar até onde um é capaz de ir pelo outro ou o quanto pode sacrificar de si em prol desta união.
Talvez a autora tenha pesado um pouco a mão nesta fofice toda e isto considerei um ponto negativo da obra e da autora ao conduzir os diálogos do casal.  Se a intenção era mostrar pessoas mais maduras não percebi porque todas as frases deles direcionada um ao outro começava com amor isso, amor aquilo, meu lindo isso, minha linda aquilo. Estaria eu amarga? L
Apesar disso o moço Dale se esmera em ser sedutor, apaixonante, apaixonado, romântico, parceiro, companheiro e... Bem tudo que as mocinhas de plantão poderiam querer ou esperar de um “par perfeito”.  Com isso ele ganha destaque neste volume. O galalau ama a moça e não tem medo de demonstrar ou lutar para que ela não tenha a menor sombra de duvidas sobre o quanto isso é verdade de que suas intenções são sérias para com ela. Uouuu!! Corei.  
Como nem tudo são flores ou borboletas o casal vai sofrer com perdas, intrigas e violência. Neste sentido percebi mais dinâmica na narrativa com mais acontecimentos sendo iniciados e terminados ao longo de toda a história sem ficar o tempo todo em torno de uma única situação. A narrativa então ganha ares de aventura romântica, oque permite ao meu gosto uma leitura rápida, fluida e muito prazerosa.   
Bem querides, eu espero que tenham curtido e assim como eu confiram a obra e me tragam a opinião de vocês, que eu adoraria saber.  Como não sei se teremos um volume 3 a única  coisa que posso prometer é ficar atenta e trazer aqui para vocês leitores qualquer novidade que possa surgir neste sentido.

Sem mais, abraços poéticos.

Read More

sábado, agosto 22, 2015

Lançamento: Herdeiro de Sevenwaters, Butterfly Editora

Herdeiro de Sevenwaters
O 4º livro da aclamada e premiada autora
Juliet Marillier


Sinopse:
Quando Lady Aisling dá à luz um novo herdeiro de Sevenwaters, cabe à sua filha Clodagh a responsabilidade pela casa e pelo irmão. Porém, ele é raptado, e em seu lugar é deixado um ser que pouco lembra um bebê humano. Para recuperá-lo, Clodagh tem que se aventurar no Outro Mundo, acompanhada por um misterioso guerreiro, e enfrentar o poderoso príncipe que agora reina.






Olá flores, 

Mais um lançamento bombástico da Butterfly Editora que nem precisa de apresentações não é mesmo... O  aguardadíssimo 4º volume da série Sevenwaters. Confira  o  Book Trailer!!




Nossa!! Eu já disse que estou apaixonada?? rsrs ... Abraços poéticos.



Juliet Marillier

Nasceu em Dunedin, na Nova Zelândia, uma cidade com fortes tradições escocesas que a influenciaram profundamente. Graduou-se em Linguística e Música na Universidade de Otago e tem uma carreira variada que inclui o ensino, a interpretação musical e o trabalho em agências governamentais. Sua famosa trilogia Sevenwaters, Filha da Floresta, Filho das Sombras e Filha da Profecia, publicado no Brasil pela Butterfly Editora, ganharam vários prêmios internacionais e Juliet foi aclamada como a sucessora de Marion Zimmer Bradley, autora da famosa série literária  As brumas de Avalon.
Read More

Lançamento: A Aprendiz do Amor - Petit Editora

SINOPSE

Numa época medieval, Angélica é uma princesa que vive rodeada de luxo e riqueza, porém, pouco se importa com o conforto do qual desfruta em seu castelo. Sua maior preocupação é com os pobres que vivem às redondezas do castelo. Ao conhecer o humilde jardineiro Antônio, Angélica passa a questionar seus privilégios em relação ao povo que mora fora do castelo. Porém, seu pai, um rei poderoso e egoísta, não se conforma com as atitudes humanistas da filha. Ajudado pela serviçal da filha, uma jovem gananciosa, o rei se vinga, mandando prender o jardineiro e expulsando a filha do palácio.

Olá Flores, 


Quando li esta sinopse a única coisa que imediatamente pensei foi; Quero!!!! Estou muito desejosa de ler este incrível lançamento da Petit Editora. #Aguardandoanciosa (rsrs).  



LANÇAMENTO DO MÊS
Inspirado na história da Isabel de Aragão, rainha de Portugal, que foi contada muitas vezes pelo saudoso Jerônimo Mendonça, A aprendiz do amor mostra que todos somos agraciados pelo livre-arbítrio. E por isso mesmo somos todos responsáveis por nossas decisões, sejam elas para o bem ou para o mal. Com exemplos singelos de doação e compromisso com os mais necessitados, Angélica encarnou a máxima “fora da caridade não há salvação”.


RICARDO ORESTES FORNI

Ricardo Orestes Forni é natural de São José do Rio Preto, município do estado de São Paulo, onde nasceu em 1947. Formou-se em Medicina pela Universidade de Botucatu, em 1972, ocasião em que tomou seu primeiro contato com a Doutrina Espírita. Colabora para várias publicações do meio espírita, tais como O Clarim, RIE, O Imortal, O Consolador e Tribuna Espírita, e participa de programas de rádio e TV na cidade de Tupã. Possui mais de vinte livros publicados por várias editoras.

Bem Flores é isso. Abraços poéticos, 


Read More

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Editoras Parceiras

Flor Roxa no Face

Autores Parceiros

Google+ Followers

Posts Populares

TOP COMENTARÍSTAS

Estante Skoob

comentáriosface

Tradutor

Descrição do Flor Roxa

Quando falar já não é suficiente para expressar a nossa essência, nós basta viver em poesia constante.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Unordered List

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sample Text

Leve a Flor

Flor Roxa Poemas e Poesias - Dicas para blogs

Theme Download

Marcadores

#brasilemprosa Amor Anderson Henrique As Aventuras de Pinóquio Autor Autor Parceiro Autores Nacionais Beijo blog parceiro book tour Bruno Félix Butterfly Editora Carina Rissi Chiado Editora Concurso Literário Contos Crimes do Tarô Crossfire David Cohen Denuncia Dia dos Namorados Divulgação Editora Ática Editora Biruta Editora Globo Editora InVerso Editora Jose Olympio Editora Mulheres Editora Parceira Eduardo Rossato Em Busca das Borboletas EraEclipse Editora Eykler Simone Feminismo Ficção Flávia Mariano Florbela Espanca Fml Pepper Gilka Machado Golfinhos e Tubarões Happer Lee Herdeiro Sevenwatars Hot Hudson Ribeiro Infancia Infanto-juvenil Izabel Brandão Janethe Fontes Jean Shinoda Bolen Juliet Marillier Lançamentos Leonardo Nóbrega Lilian Farias Literatura Literatura Capixaba Literatura Fantastica Literatura Infanto-Juvenil Literatura nacional Livro de colorir Livros Lost Girl Luta pelo fim do racismo e preconceito na literatura Marçal Aquino Margarida Pizarro Maria Wilker Mitos mudança de vida Mulher Mulheres na Poesia Musica Não Pare Negritude O Mundo Encantado das Cores O Segredo de Índie O sol é para todos Outros Tempos Parceiros parcerias Petit Editora Pettit Editora Play List Poemas poemas autorais Lunna Marcela Poesias Projeto 10x10 Promoção promoção Literária Racismo Ramones Resenha Resistência romance Romance Espirita Romance Hot Sagrado Feminino Sarah Kilimanjaro Série de TV Série Vagalume Sevenwaters sociedade celta. A filha da floresta Sol e Lua Sororidade Sorteio Suzana Albornoz Sylvia Day TAGS Tais Cortez Textos Poéticos The L World The Musketereers Trechos de Musica Vikings What Wonderful World

Copyright © Flor Roxa | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...