Poema: Sagrada

terça-feira, fevereiro 03, 2015

MOLDURA QUEBRADA

Porque cega vaguei
Dias em noites se tornaram
Porque faminta lhes busquei
De restos me alimentaram
Porque sedenta doei meus lábios
Deles poucos degustaram.
Porque manca caminhei
Tentei ir por caminhos que voltavam
Porque muda me apresentei
A minha dor e voz calaram
Porque surda me pronunciei
Não soube escutar os que me amaram
Por tempos fiquei assim tão complexa;



Querendo ver
Quando era apenas pra escutar
Querendo comer
Quando era apenas pra beber
Querendo caminhar
Quando era apenas pra parar
Querendo escutar
Quando era apenas pra beber
Querendo falar
Quando era apenas pra comer
Sentindo-me por vezes o tal frágil sexo;

Cultivava os espinhos
Quando podia colher as flores
Desbravava as matas
Quando podia trilhar o caminho
Assistia a vida pela janela
Quando podia destrancar a porta
Corria sobre as pedras
Quando podia passear pela relva
Não me percebia côncavo nem convexo;

Imaginava ser deusa
Quando já era uma
Fantasiava ser leoa
Quando já era uma.
Desejava ser águia
Quando já era uma
Buscava ser sereia
Quando já era uma
Almejava ser aranha
Quando já era uma
Tentava ser muitas
Quando já era uma
Sem nunca gastar nem meu léxico

Foi então que notei que a fera
Consistia-se na razão
E que eu MULHER que era
Nunca deveria abandonar a emoção

Pois meus instintos primitivos me davam
Tudo o que EU sempre precisara
O que dos remotos tempos me chegavam
Trazendo a tona a força necessária.
Podendo enfim despertar o meu plexo.

Autora: Lunna Marcela






Reações:

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

O texto desta postagem foi produzido e elaborado por mim, Lunna Marcela e pensado em você cara leitora. Aqui tento colocar em palavras aquilo que me representa, que possa te alegrar e também representar de alguma forma. Deixe seu comentário pois ele é muito importante para mim....Bls Mil <3

"Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito"

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Editoras Parceiras

Flor Roxa no Face

Autores Parceiros

Google+ Followers

Posts Populares

TOP COMENTARÍSTAS

Estante Skoob

comentáriosface

Tradutor

Descrição do Flor Roxa

Quando falar já não é suficiente para expressar a nossa essência, nós basta viver em poesia constante.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Unordered List

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sample Text

Leve a Flor

Flor Roxa Poemas e Poesias - Dicas para blogs

Theme Download

Marcadores

#brasilemprosa Amor Anderson Henrique As Aventuras de Pinóquio Autor Autor Parceiro Autores Nacionais Beijo blog parceiro book tour Bruno Félix Butterfly Editora Carina Rissi Chiado Editora Concurso Literário Contos Crimes do Tarô Crossfire David Cohen Denuncia Dia dos Namorados Divulgação Editora Ática Editora Biruta Editora Globo Editora InVerso Editora Jose Olympio Editora Mulheres Editora Parceira Eduardo Rossato Em Busca das Borboletas EraEclipse Editora Eykler Simone Feminismo Ficção Flávia Mariano Florbela Espanca Fml Pepper Gilka Machado Golfinhos e Tubarões Happer Lee Herdeiro Sevenwatars Hot Hudson Ribeiro Infancia Infanto-juvenil Izabel Brandão Janethe Fontes Jean Shinoda Bolen Juliet Marillier Lançamentos Leonardo Nóbrega Lilian Farias Literatura Literatura Capixaba Literatura Fantastica Literatura Infanto-Juvenil Literatura nacional Livro de colorir Livros Lost Girl Luta pelo fim do racismo e preconceito na literatura Marçal Aquino Margarida Pizarro Maria Wilker Mitos mudança de vida Mulher Mulheres na Poesia Musica Não Pare Negritude O Mundo Encantado das Cores O Segredo de Índie O sol é para todos Outros Tempos Parceiros parcerias Petit Editora Pettit Editora Play List Poemas poemas autorais Lunna Marcela Poesias Projeto 10x10 Promoção promoção Literária Racismo Ramones Resenha Resistência romance Romance Espirita Romance Hot Sagrado Feminino Sarah Kilimanjaro Série de TV Série Vagalume Sevenwaters sociedade celta. A filha da floresta Sol e Lua Sororidade Sorteio Suzana Albornoz Sylvia Day TAGS Tais Cortez Textos Poéticos The L World The Musketereers Trechos de Musica Vikings What Wonderful World

Copyright © Flor Roxa | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...