Poema: Sagrada

segunda-feira, agosto 31, 2015

Resenha: A Essência Divina do Amor


Titulo: A Essência Divina do Amor
Autor: Eduardo Rossato
Paginas: 280
Editora: Petit Editora













Sinopse:
Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja do amigo, que é casado com Ana e com quem tem um filho, Orlando, num acesso de fúria, mata o companheiro. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão que enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.



Olá Flores,

Mais uma obra publicada pela Petit Editora que me surpreende pela gama de conhecimentos que ela traz e que no meu entender são sim essências para vivermos bem e em paz, conosco e com o outro.
Neste romance percebi também que a historia não está focada no encontro e reencontro do casal que originalmente eram chamados por Ana e Frederico. Antes se trata de um reencontro de almas ligadas pelos mais distintos tipos de laços, passado e presente.

A narrativa insere dados e fatos históricos bastante aprofundada sobre as cidades de Florianópolis e Santa Catarina, inclusive fazendo a contextualização de algumas cenas correlacionando-as com as festas religiosas como a festa do Divino Espírito Santo.

Temos a presença do irmão Bernardo, um mentor espiritual como presença marcante no decorrer de toda a obra. Irmão Bernardo que oferece atendimento em um dos muitos postos de assistência e orientação as almas, recebe os personagens neste plano quando durante o sono eles o procuram para melhor entender a missão individual de cada um. Os motivos para suas dores e prováveis caminhos que podem ser trilhadas a fim de alcançar um estado de perdão e amor divinal em seus corações.

Nestas audiências com irmão Bernardo o leitor apreende os ensinamentos por meio da escuta e fala do benfeitor. Conforme a historia avança os personagens começam a compreender seu lugar n mundo e o papel de cada um na vida do outro.  A importância do resgate de dividas passadas e a necessidade de receber com alegria a oportunidade de fazer a vida ter  trajetórias e historias diferentes.
A escrita do autor é um pouco densa talvez pela quantidade de informações que ela carrega oque nos leva a fazer uma leitura com bastante foco e atenção. É um livro para ser guardado para consultas posteriores sobre o assunto vidas passadas e resgate.

Não citarei os personagens individualmente, pois percebi que o mais importante da obra é a Essência de amor Fraternal e Divino que ela exala e não exatamente os personagens dela. Mais uma vez eu concluo a leitura de uma obra da Petit Editora com a sensação de que me torno uma pessoa melhor no mundo, sentindo paz no meu coração por entender que cada um de nós está exatamente no lugar que escolheu estar. Que convivemos com pessoas que nos são caras e que a elas dedicamos e recebemos o amor conforme o desejo de nosso coração e a Divina vontade.


Abraços poéticos, 


Read More

sexta-feira, agosto 28, 2015

TAG: Trechos de Músicas


Olá Flores,
Hoje venho dizer a vocês um pouco do meu eu musical, a linda Francine Porfirio do Blog My Queens me convidou para responder a esta TAG que originalmente foi criada pelo Blog O Outro Lado da Raposa. Devo dizer que além de ter me sentido muito feliz com esta indicação, ainda me oportunizou momentos de muita alegria e prazer. Pude vasculhar minhas memorias afetivas e isso foi uma delicia. Fran minha linda agradecida pela sua lembrança, carinho e amizade. Um alerta: Sou péssima com Tags. J
A TAG funciona da seguinte maneira: para cada frase, devo apresentar um trecho de música.

Regras:
Dar os créditos ao blog que criou a tag (O Outro Lado da Raposa).
Indicar três ou mais pessoas e avisá-las.
Então vamos a ela.


Um trecho que te emociona…
Wish You Were Here
How I wish,How I wish you were here.We're just two lost souls. Swimming in a fish bowl
Como eu queria, Como eu queria que você estivesse aqui. Nós somos apenas duas almas perdidas. Nadando num aquário.

Um trecho alegre…
Single Ladies
All the single ladies,  All the single ladies ( Precisa traduzir ?)  rsrs


Um trecho que você não consegue cantar…
Galopeira
Galopeira, nunca mais te esquecerei.
Galopeira, pra matar minha saudade  (kkkk)


Um trecho que fale de comida…
Todo amor que houver nessa vida  
Eu quero a sorte de um amor tranquilo,
Com sabor de fruta mordida.
Nós na batida, no embalo da rede,
Matando a sede na saliva.
Ser teu pão, ser tua comida.
Todo amor que houver nessa vida.
E algum trocado pra dar garantia!

Um trecho que descreva um momento da sua vida…
Não deixe o samba morrer.
E quando eu não puder pisar mais na avenida
Quando as minhas pernas não puderem aguentar
Levar meu corpo, junto com meu samba
O meu anel de bamba, entrego a quem mereça usar

Um trecho que fale o nome da música…
Como nossos pais
Ainda somos os mesmos e vivemos
Como os nossos pais...

Um trecho que diga exatamente o que você pensa…
Sampa
Quando eu te encarei frente a frente e não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho

O único trecho que você sabe da música e que sempre fica na sua cabeça…
Malandragem
Pois sou criança e não conheço a verdade
Eu sou poeta e não aprendi a amar
Bobeira é não viver a realidade

Seu trecho favorito…
Vida Louca Vida
Vida louca vida, vida breve.
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve

Flores eu espero que tenham rido um bom bocado e isso é que vale. Alegria amadas!!
Vou marcar para responder a esta TAG algumas amigas, mas estão todas convidadas a participar.

Até breve. Abraços poéticos.


Read More

Resenha: O Mundo Encantado das Cores



Olá Flores,
Esta será uma resenha bastante diferente de todas as outras.  Esta diferença se dá pela característica interativa da obra então contarei para vocês como a pintura das imagens deste livro se tornou uma realização coletiva na minha família.

Pois muito bem a forma de inserir as pinturas em minha casa tem sido a seguinte; eu vou pintando as ilustrações sempre deixando partes inacabadas e quando um familiar vem para conversar comigo eu levo a pessoa para mesa e já coloco o livro e os lápis na frente dele e digo... Vai pintando ai enquanto conversamos (risos).

E tem sido assim uma coisa muito bacana porque às vezes momentos que supostamente seriam de conversas tensas acabam por se tornar mais leves. Perde-se a seriedade do momento e as pinturas assim como o meu trabalho junto ao blog e editoras acabam vindo a baila. A nossa "produção" ainda é pequena mas tende a crescer vertiginosamente. XD


Estou imensamente feliz com este presente adorável da Butterfly Editora e a minha família de igual maneira, encantada. Bem flores, é isso e para quem não teve a oportunidade de conhecer a obra confira e aproveite que a editora está sempre com promoções interessantíssimas no site.


Abraços Poéticos, 


Read More

terça-feira, agosto 25, 2015

Resenha: Em Busca das Borboletas Vol.2, de Margarida Pizarro

Titulo: Em Busca das Borboletas Vol.2
Autora: Margarida Pizarro
Paginas: 450
Editora: Chiado Editora
Sinopse:
Maria vivia a história de amor por que sempre sonhou, até o passado de Dale assombrar as suas vidas e a fazer entrar num pesadelo. Será que o amor deles é forte o suficiente para ultrapassar os perigos que o passado dos Sloan pode trazer para as suas vidas? Será que esse amor conseguirá transpor as barreiras criadas por esses acontecimentos.  As dúvidas espalham-se e fazem-na pensar se realmente a sua história com Dale está predestinada a acontecer. Um conto de fadas dos tempos modernos, que nos faz pensar se até mesmo o amor verdadeiro resiste a tudo. Um maravilhoso e viciante romance que nos faz sonhar.




Olá Flores,

Faz bem pouco tempo eu li e resenhei o vol.1 desta obra. Lembro-me que fiquei muito bem impressionada com a história de amor tecida entre Maria e Dale, tanto que estou aqui hoje para lhes falar sobre como a autora conduz a sequencia deste delicioso romance.
Para quem não se recorta ou não teve a oportunidade de ler a resenha sugiro que confira AQUI. Devo dizer os volumes são compreensíveis independentemente um do outro e que o volume 2 mantem alguns aspectos do volume 1 e outros são alterados.
A autora mantem as principais características de seus personagens, a musica sendo fio condutor da trama e o clima de “A união Faz a Força”.  São mantidas também as borboletas de Maria que continuam dando voz e sentido à psique de Maria como se fossem personagens a parte. Para quem não entendeu o “papel” das borboletas, explico; as borboletas são metafóricas. Maria chama de Minhas Borboletas as suas emoções e sentimento. Se Maria está excitada, suas borboletas voam enlouquecidas dela, quando Maria está triste elas se calam, enfim aconselho que leiam a obra, pois é um detalhe bem gostoso da trama.

O casal continua fofo e muito apaixonado com a benção dos deuses, de seus amigos e de seus familiares. Porem eles vão ter que amadurecer desta vez, pois enfrentarão alguns desafios tanto em relação a eles mesmos quanto externos. Vão mostrar até onde um é capaz de ir pelo outro ou o quanto pode sacrificar de si em prol desta união.
Talvez a autora tenha pesado um pouco a mão nesta fofice toda e isto considerei um ponto negativo da obra e da autora ao conduzir os diálogos do casal.  Se a intenção era mostrar pessoas mais maduras não percebi porque todas as frases deles direcionada um ao outro começava com amor isso, amor aquilo, meu lindo isso, minha linda aquilo. Estaria eu amarga? L
Apesar disso o moço Dale se esmera em ser sedutor, apaixonante, apaixonado, romântico, parceiro, companheiro e... Bem tudo que as mocinhas de plantão poderiam querer ou esperar de um “par perfeito”.  Com isso ele ganha destaque neste volume. O galalau ama a moça e não tem medo de demonstrar ou lutar para que ela não tenha a menor sombra de duvidas sobre o quanto isso é verdade de que suas intenções são sérias para com ela. Uouuu!! Corei.  
Como nem tudo são flores ou borboletas o casal vai sofrer com perdas, intrigas e violência. Neste sentido percebi mais dinâmica na narrativa com mais acontecimentos sendo iniciados e terminados ao longo de toda a história sem ficar o tempo todo em torno de uma única situação. A narrativa então ganha ares de aventura romântica, oque permite ao meu gosto uma leitura rápida, fluida e muito prazerosa.   
Bem querides, eu espero que tenham curtido e assim como eu confiram a obra e me tragam a opinião de vocês, que eu adoraria saber.  Como não sei se teremos um volume 3 a única  coisa que posso prometer é ficar atenta e trazer aqui para vocês leitores qualquer novidade que possa surgir neste sentido.

Sem mais, abraços poéticos.

Read More

sábado, agosto 22, 2015

Lançamento: Herdeiro de Sevenwaters, Butterfly Editora

Herdeiro de Sevenwaters
O 4º livro da aclamada e premiada autora
Juliet Marillier


Sinopse:
Quando Lady Aisling dá à luz um novo herdeiro de Sevenwaters, cabe à sua filha Clodagh a responsabilidade pela casa e pelo irmão. Porém, ele é raptado, e em seu lugar é deixado um ser que pouco lembra um bebê humano. Para recuperá-lo, Clodagh tem que se aventurar no Outro Mundo, acompanhada por um misterioso guerreiro, e enfrentar o poderoso príncipe que agora reina.






Olá flores, 

Mais um lançamento bombástico da Butterfly Editora que nem precisa de apresentações não é mesmo... O  aguardadíssimo 4º volume da série Sevenwaters. Confira  o  Book Trailer!!




Nossa!! Eu já disse que estou apaixonada?? rsrs ... Abraços poéticos.



Juliet Marillier

Nasceu em Dunedin, na Nova Zelândia, uma cidade com fortes tradições escocesas que a influenciaram profundamente. Graduou-se em Linguística e Música na Universidade de Otago e tem uma carreira variada que inclui o ensino, a interpretação musical e o trabalho em agências governamentais. Sua famosa trilogia Sevenwaters, Filha da Floresta, Filho das Sombras e Filha da Profecia, publicado no Brasil pela Butterfly Editora, ganharam vários prêmios internacionais e Juliet foi aclamada como a sucessora de Marion Zimmer Bradley, autora da famosa série literária  As brumas de Avalon.
Read More

Lançamento: A Aprendiz do Amor - Petit Editora

SINOPSE

Numa época medieval, Angélica é uma princesa que vive rodeada de luxo e riqueza, porém, pouco se importa com o conforto do qual desfruta em seu castelo. Sua maior preocupação é com os pobres que vivem às redondezas do castelo. Ao conhecer o humilde jardineiro Antônio, Angélica passa a questionar seus privilégios em relação ao povo que mora fora do castelo. Porém, seu pai, um rei poderoso e egoísta, não se conforma com as atitudes humanistas da filha. Ajudado pela serviçal da filha, uma jovem gananciosa, o rei se vinga, mandando prender o jardineiro e expulsando a filha do palácio.

Olá Flores, 


Quando li esta sinopse a única coisa que imediatamente pensei foi; Quero!!!! Estou muito desejosa de ler este incrível lançamento da Petit Editora. #Aguardandoanciosa (rsrs).  



LANÇAMENTO DO MÊS
Inspirado na história da Isabel de Aragão, rainha de Portugal, que foi contada muitas vezes pelo saudoso Jerônimo Mendonça, A aprendiz do amor mostra que todos somos agraciados pelo livre-arbítrio. E por isso mesmo somos todos responsáveis por nossas decisões, sejam elas para o bem ou para o mal. Com exemplos singelos de doação e compromisso com os mais necessitados, Angélica encarnou a máxima “fora da caridade não há salvação”.


RICARDO ORESTES FORNI

Ricardo Orestes Forni é natural de São José do Rio Preto, município do estado de São Paulo, onde nasceu em 1947. Formou-se em Medicina pela Universidade de Botucatu, em 1972, ocasião em que tomou seu primeiro contato com a Doutrina Espírita. Colabora para várias publicações do meio espírita, tais como O Clarim, RIE, O Imortal, O Consolador e Tribuna Espírita, e participa de programas de rádio e TV na cidade de Tupã. Possui mais de vinte livros publicados por várias editoras.

Bem Flores é isso. Abraços poéticos, 


Read More

sexta-feira, agosto 21, 2015

Resenha: A Filha da Floresta, de Juliet Marillier

Titulo: A Filha da Floresta, série Sevenwaters
Autora: Juliet Marillier
Paginas: 608
Sinopse:
O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos... Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.


Olá Flores,

Eu apenas posso começar a falar desta obra dizendo que a fama faz jus a obra e que as minhas expectativas em relação a ela foram totalmente correspondidas. Sim eu fiquei muito empolgada com a leitura e estou ansiosa para ler os demais volumes. Entendam o porquê do meu encantamento.
Em primeiro lugar trata-se de uma obra muitíssimo bem pesquisada e contextualizada que nos mostra uma sociedade e época onde é visível a transição entre as antigas crenças e as modernas advindas com o cristianismo.  Enquanto em Sevenwaters terra de nascimento de nossa protagonista que cultua a antiga religião, tem como sagrado a natureza e tudo que a envolve como personificação da Deusa-mãe, temos por outro lado temos Harrow-field onde reside os bretões e cristãos. A obra cita vários feudos, porém estes são os principais onde se desenrola a maior parte de toda trama.
Claro não se pode falar em religião antiga sem que exista uma mulher forte e determinada a vencer todos os desafios a ela impostos e também neste quesito a obra não decepcionou. Sorcha filha mais nova de sete irmãos foi criada entre eles, amada e protegida, mas tendo livre arbítrio para trilhar seu caminho de aprendizado e crescimento pessoal a exemplo de seus irmãos. Os sete órfãos foram criados por seu pai em um ritmo quase militar visto que viviam momentos de tensão e conflitos por domínio e expansão territoriais.
A obra é leve é apesar de ter momentos de muita dramaticidade, ela nos conduz em uma viagem por descobertas incríveis e puro deleite, apreensão, raiva, revolta, paixão e descobertas.  É maravilhoso acompanhar o crescimento de Sorcha e vibrar com ela a cada passo dado rumo ao cumprimento de seus propósitos. Ao notar o quanto aquela menina carregava em si de sabedoria, força e seguia sua trajetória totalmente convicta de sua identidade e lugar no mundo, eu enquanto leitora eu me sentia impregnada de sua coragem e força de vencer. Posso afirmar que nosso encontro foi mágico, como magico também o é o povo de Sevenwathers e suas florestas, vales, rios, céus, sol, chuva e toda a criatura que ali vive.
Também é lindo ver o relacionamento dos irmãos e os sentimentos que os envolvem como amor, lealdade e fidelidade. A forma como eles se conhecem, se cuidam e se respeitam é simplesmente comovente e enternecedora.
Outro aspecto enriquecedor nesta obra é o costume da contação de história como forma de ensino dos valores e lição de vida. Histórias que são contadas no decorrer da narrativa sendo encaixadas de acordo com os acontecimentos na trama. Esta didática apresenta um costume antigo e que hoje vem sendo resgatado por ser reconhecidamente um modo de envolver aos participantes na escuta porem deixando a eles que tirem suas próprias conclusões e reflexões a partir delas.  Longe do proposito de impor medos às historias nesta obra são inspiradoras a exemplo dos contos épicos na antiga Grécia.


Quanto ao trabalho da editora eu só tenho elogios a fazer. Logicamente estou ansiosa para dar continuidade a leitura de todas as obras desta série e continuar mergulhando cada vez mais fundo no universo magico e misterioso de Sevenwaters.
Flores eu espero que tenham gostado tanto quanto e até a próxima. Abraços poéticos,



Read More

segunda-feira, agosto 17, 2015

Sorteio: 01 Ano do Blog Frases,Trechos e Pensamentos


Olá Flores,

Fomos convidados para participar deste lindo momento quando o blog do querido Gabriel está comemorando um aninho de existência e muitas alegrias. Para isso ele organizou  este sorteio  com a intenção de prestigiar a nós  leitores. Vamos conferir ??



Olá Leitores!!
Como estão?!
O blog FT&P (Frases, Trechos & Pensamentos) está completando 1 ano agora em Setembro/2015 e pensando nisso resolvi desenvolver um sorteio, mas para esse sorteio ser ainda mais legal, convidei alguns blogs para apoiar nesse sorteio.
BLOGS/EDITORAS/AUTORES CONVIDADOS:
Teoremas da Mimosa | http://www.thousandlivestolive.com/ | Livros, Leituras & Afins | Meus Livros e Sonhos | Retrô Books | Histórias Sem Fim | Vanessa Sueroz | Letícia Iarossi | Universo Particular dos Livros | Degradê Invisível | Every Little Book | Coisas que eu sei | Logan Solo | Flor Roxa | My Little Garden of ideas | Interrupted Dreamer | Pensamentos Valem Ouro | Tudo que motiva | Entre Resenhas | Os Literatos | Menina de Diamante | Peregrinos da Noite | Dona Maricota Feliz | Estava Lendo... | Memórias de Leitora | La Oliphant | Notinhas de Rodapé | Editora Saída de Emergência (SDE)


Como Funciona:
- Cada kit terá um painel com as opções obrigatórias para concorrer, após o preenchimento das entradas obrigatórias, automaticamente será liberada entradas opcionais para aumentar suas chances de ganhar.
- As opções de compartilhamento da imagem promocional no Facebook ou do post no Twitter é opcional e será disponibilizada todos os dias para aumentar suas chances de ganhar.
- Após a finalização do sorteio, será realizada a contabilização e verificação dos dados, entraremos em contato com os vencedores e os mesmos terão até 48 horas para responder nosso contato, passado este prazo, um ganhador será sorteado.
- Todos os ganhadores irão receber seus respectivos prêmios em até 60 dias após a confirmação dos dados.
- Perguntas e demais dúvidas, basta entrar em contato com contato@frasestrechosepensamentos.com








Boa Sorte!!

Beijos e abraços poéticos !!


Read More

domingo, agosto 16, 2015

Resenha: O Sol é Para Todos, de Happer Lee

Titulo: O Sol é Para Todos
Autor: Happer Lee
Tradutor: Beatriz Horta
Gênero: Romance Estrangeiro
Paginas: 364
Editora: José Olympio - Selo Grupo Editorial Record.
Sinopse:
A nova edição de um dos maiores clássicos da literatura norte-americana moderna. Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.







Olá Flores,

Este é um romance que narra a historia de uma tradicional família Sul Americana.  Eles viviam na pacata cidade de Maycomb em uma casa construída as margens do rio Alabama. Mais especificamente o livro fala do cotidiano de um ramo desta família, Atticus Finck, 50 anos, viúvo e pai de dois filhos. Atticus é advogado e conta com a ajuda da reta senhora Calpúrnia, uma mulher negra para cuidar de sua casa e cumprir o papel social de mãe das crianças.

Scout com idade próxima de sete anos e Jem em torno de 11 anos. Apesar de serem educadas sobre rígidos princípios de ética e valores vigentes na sociedade local, as crianças tinham liberdade para brincar e se aventurar vivendo a infância de forma bastante tranquila e saudável.  Subiam em arvores, encenavam peças de teatro com base nas historias lidas em livros ou simplesmente inventavam suas histórias usando fatos locais conforme entendiam com o olhar infantil e curioso delas.

Uma das primeiras coisas que me chamou atenção nesta narrativa foi quando no primeiro paragrafo do segundo capitulo me deparei com a seguinte frase; “ [...] fiquei péssima sem ele até que me lembrei que as aulas começariam em uma semana”.  Somente neste ponto notei que Scout nossa narradora era uma menina visto eu não ter lido sinopse e a forma como o pai criava os filhos sem privilégios de gênero não me deu nenhuma pista deste detalhe. Retomei a leitura e confirmei que nada antes disso, na escrita da autora deixava transparecer que Scout era uma menina. As crianças tinham direitos iguais, vestiam-se como queriam, comandavam as brincadeiras, selavam acordos com apertos de mãos e cusparadas, oque deixavam as damas de cabelos em pé enquanto afirmavam categoricamente que Atticus Flinck estava estragando a filha, criando-a feito a um moleque selvagem.

Todas pequenas tramas que a autora apresenta no cotidiano da pequena dupla de irmãos são oportunas e congruentes com a construção da problemática central, que a autora pretende alavancar na parte dois do livro. Enquanto na parte um do livro as aventuras das crianças ocupam o plano central da história como suas dúvidas, anseios e desafios a serem enfrentados. Também as relações das crianças com seus pares, com os adultos da família e de fora dela e a convivência escolar, tudo se tornando uma descoberta diária.

Na segunda parte estando os personagens e o leitor contextualizados naquele universo tão peculiar a narrativa então se foca de fato na questão do racismo e preconceito em si, quando o senhor Atticus Finck resolve ir contra a opinião da maioria dos moradores da cidade e atua enquanto advogado de defesa de um jovem negro acusado de estuprar uma jovem mulher branca.

Ora se pensarmos que este romance retrata uma sociedade do inicio do século XX, década de 30 e estas pessoas eram frutos de uma região onde a resistência aos direitos civis  dos negros norte americanos foi  muito maior que em outras partes do pais. Podemos avaliar o peso descomunal desta obra para toda a sociedade e entender o motivo deste livro até hoje ser aclamado pela critica e estudiosos do meio literário.

A autora trabalha o tempo inteiro mostrando ao leitor diferenças entre oque é nato e oque é socialmente construído como tabus, preconceitos, relações de gênero, estruturas familiar e social. Happer Lee marca diferenças, mostra singularidades, desconstrói estereótipos porem ao mesmo tempo não consegue sair de outros rótulos e estigmas.  Talvez pela época em que foi escrita a obra ou quem sabe propositalmente a autora se deixa cair em algumas armadilhas ao tratar de racismo e preconceito racial.

Tendo dito isso apontarei alguns destes porem que a meu ver torna-se a maior, única e imperdoável falha desta obra.  Simplesmente as personagens que estão a margem desta sociedade não tem voz neste livro, elas se colocam quando indagadas pelas autoridades, patrões, vizinhos, donos de boteco, quitandeiro.... BRANCOS.  Este não é um livro que fala dos negros é um livro que fala sobre  e pelos negros.  

Principalmente a obra apresenta de maneira ampla três tipos de pessoas brancos, o atrasado e preconceituoso que trata a pessoa negra como inferior a ela pelo simples fato de ser negra incutindo a ela todo tipo de erro e falha tratando os desiguais com hipocrisia, os brancos bons que compreendem que todos os homens e mulheres são supostamente iguais perante “a lei de Deus e dos homens”, podendo errar ou acertar como todo e qualquer ser humano e o branco marginal, pobre, desempregado, escoria social que mesmo sendo desprezados pelos outros cidadãos ainda eram considerados em uma escala superior ao negro.

Em momento algum neste livro vi o povo negro representado e eu considero impossível discutir algo que aflige diretamente a alguém sem convidar a este alguém para que se expresse sendo assim oque vi, volto a firmar foi impressões de pessoas brancas sobre oque pensariam ou gostariam as pessoas negras.  Um advogado branco se levanta para defender um acusado negro que no desenrolar da historia mesmo sendo o pivô da trama não obteve destaque, não aprumou os ombros, não ergueu a vista e mal abriu a boca.

Sobre esta obra de Happer Lee no site da Livraria Saraiva encontramos o seguinte:
 “O sol é para todos, com seu texto forte, melodramático, sutil, cômico (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações. Com nova tradução e projeto gráfico, este clássico moderno volta à cena, justamente quando a autora lança uma continuação dele, causando euforia no mercado. Desde o anúncio de sua sequência, O sol é para todos é um dos livros mais buscados e acessados no site do Grupo Editorial Record.  Já vendeu mais de 30 milhões de cópias nos Estados Unidos e, no último ano, ganhou a recomendação do presidente Barack Obama, que proferiu o seguinte elogio: “Este é o melhor livro contra todas as formas de racismo”. Vencedor do Prêmio Pulitzer. Escolhido pelo Library Journal o melhor romance do século XX. Eleito pelos leitores de Modern Library um dos 100 melhores romances em língua inglesa. Filme homônimo venceu o Oscar de melhor roteiro adaptado”.

Sem mais... Abraços Poéticos,


Read More

quinta-feira, agosto 13, 2015

Anúncio: Parceria com o romancista Leonardo Nóbrega



Olá Flores,

É com imenso carinho e alegria que anuncio a vocês a nossa mais recente conquista. Trata-se da parceria firmada entre nós blog Flor Roxa e o talentoso Leonardo Nóbrega que muito nós prestigia com sua presença neste espaço.  Meu primeiro contato com o autor foi por meio do blog Poesia na alma, onde Leonardo se dedica a escrever uma coluna.  Enquanto leitora me identifiquei muito com a escrita dele e por isso quando se deu o anuncio da procura do autor por parceiros eu tive a mais absoluta certeza que esta parceria tendia a render excelentes frutos.  Leonardo Nóbrega, autor das obras Outros Tempos e Crimes do Tarô, cujas sinopses seguem abaixo:


Sinopse:
Ulisses, um jovem e bem-sucedido jornalista que vive na bela e agitada cidade de Fortaleza, tem sua despreocupada vida de solteiro transformada quando acorda, numa manhã qualquer, no ano de 1942. Nessa “nova” vida, no passado, o recebimento de um pacote misterioso deixado para ele pela bela Camille o envolverá em uma série de eventos relacionados com a II Guerra Mundial, com uma célula nazista no Brasil e com a resistência brasileira, que o levará, alternadamente em suas duas vidas, por um labirinto angustiante de segredos, códigos, traições e mortes, mas também de poesia, festas e romance. Uma história envolvente e surpreendente.







Sinopse:
O policial Tomás tem uma vida sossegada naquela pacata cidade praiana. Seu trabalho se resume a resolver conflitos familiares, pequenos furtos e, muito raramente, algum crime passional. Entretanto essa paz é interrompida bruscamente após a invasão ao principal banco da região. O ladrão, que o guarda-noturno jurava ser uma mulher, havia levado o dinheiro e deixado para trás um defunto e uma cidade em polvorosa, além de duas figuras coloridas dentro do cofre vazio. Duas cartas de tarô. Crimes do Tarô é uma trama costurada com ação, romance, mistério e suspense que passeia por comunidades ciganas e sociedades secretas. Roubos, mortes e paixão conduzirão o leitor através de vielas fétidas e labirintos esotéricos a um desfecho instigante e surpreendente.



Em breve traremos outras novidades sobre o trabalho do autor, entre elas, no momento posso garantir a resenha da Obra Crimes do Tarô, pois o livro já está aqui em minhas mãos me olhando e convidando para a leitura. Já me imagino arrancando os cabelos para fazer algo que seja minimamente justo à obra e ao talento do autor e vibro com a satisfação que isso me dará. 



Por enquanto, abraços poéticos.


Read More

terça-feira, agosto 11, 2015

Resenha: Enquanto Houver Amor Haverá Esperança, de Sarah Kilimanjaro

Titulo: Enquanto Houver Amor Haverá Esperança
Autora Médium: Sarah Kilimanjaro
Autor Espiritual: Espirito de Vinícius
Paginas: 303
Editora: Petit Editora
Sinopse:
Enquanto houver, amor haverá esperança, romance psicografado por Sarah Kilimanjaro, de autoria do Espírito Vinícius, é uma história que fala de coragem, amor e superação; de duas vidas que se cruzam e duas atitudes muito diferentes diante do que a vida oferece. Conheça essa comovente história e saiba por que enquanto houver amor, haverá esperança!








Olá Flores,

Esta é uma leitura que se faz muito importante ler de mente e coração aberto, pois se trata de um romance com claro intuito de falar dos relacionamentos numa perspectiva do perdão e do amor que conduzem a evolução do ser.  Aborda o tema reencarnação e o resgate de dividas assim como o trabalho de benfeitores espirituais que guiam e auxiliam os encarnados nesta missão por vezes dura de ser vencida, devido ao caráter falho e vacilante do ser humano.
A história começa com o casal de namorados Alex e Viviane ainda bem jovens fazendo planos para o futuro dos dois juntos. Este casal será os pais da menina Erika protagonista do romance juntamente com Mauricio cujo personagem é introduzido na pagina 87 do livro quando ambos estão na faixa dos vinte anos de idade.
Recapitulando, a história da personagem Erika é contata desde o seu nascimento passando por todas as fases da vida dela, seus percalços, superação e a construção de sua personalidade e universo.
Erika é uma jovem bastante madura para sua idade, dedicada à família, a seus compromissos com o estudo e ao trabalho voluntário que se dispõe a realizar ajudando a pessoas menos favorecida que ela.  A jovem não apenas é madura, dedicada e responsável, mas também é muito talentosa e se destaca em todas as áreas pelas quais se envereda. Erika conquista a todas as pessoas que a cerca sejam estas jovens, idosas ou crianças. Ela é bonita, justa, solidária, carinhosa, sensível às dores do próximo, ou seja, uma vitoriosa nata.
Acredito que eu não precise ser mais explicita sobre o fato de que achei a nossa protagonista um tanto quanto perfeita demais, não apenas isso, mas também a todo instante a narrativa dava conta de tecer elogios laboriosos à jovem. A meu ver esta é uma “tática” um pouco perigosa, pois lança um padrão de suposta perfeição no nosso imaginário com a possibilidade de surtir um efeito oposto ao esperado. Peguei-me diversas vezes me perguntando quantas vidas a moça teria passado para alcançar tamanha graça e estágio evolutivo e quantas muitas outras encarnações eu precisaria ainda que passar para soltar esta casca tão rudimentar que envergo, carregada de vícios e fraquezas.

Um detalhe que chamou a minha atenção nesta obra foi que antes de ler a biografia da autora eu identifiquei a linguagem acadêmica muito em voga na área da educação. Como não compreendo ainda os meandros do processo em que se dá o processo de escrita uma obra psicografada, me senti bastante tocada a continuar estudando e me aprofundando neste tipo de leitura apresentada nesta obra que tanto tem acrescentado a minha vida enquanto ser em passagem pela terra.
Quero ainda parabenizar e agradecer a Petit Editora por esta maravilhosa oportunidade de tão rica aprendizagem.

 


Sobre a Médium Sarah Kilimanjaro: Ela nasceu e reside na cidade de Bagé, Estado do Rio Grande do Sul. Professora na área de pedagogia e psicopedagogia. Palestrante ativa atua no movimento espirita desde jovem. Escreveu vários artigos publicados em jornais e revistas espiritas. Ocupou funções como a de presidente da Sociedade Espirita Vicente de Paulo e vice-presidente da instituição UME – União Municipal Espírita, órgão ligado à federação do Rio Grande do Sul.







Sem mais flores, abraços poéticos.





Read More

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Editoras Parceiras

Flor Roxa no Face

Autores Parceiros

Google+ Followers

Posts Populares

TOP COMENTARÍSTAS

Estante Skoob

comentáriosface

Tradutor

Descrição do Flor Roxa

Quando falar já não é suficiente para expressar a nossa essência, nós basta viver em poesia constante.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Unordered List

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sample Text

Leve a Flor

Flor Roxa Poemas e Poesias - Dicas para blogs

Theme Download

Marcadores

#brasilemprosa Amor Anderson Henrique As Aventuras de Pinóquio Autor Autor Parceiro Autores Nacionais Beijo blog parceiro book tour Bruno Félix Butterfly Editora Carina Rissi Chiado Editora Concurso Literário Contos Crimes do Tarô Crossfire David Cohen Denuncia Dia dos Namorados Divulgação Editora Ática Editora Biruta Editora Globo Editora InVerso Editora Jose Olympio Editora Mulheres Editora Parceira Eduardo Rossato Em Busca das Borboletas EraEclipse Editora Eykler Simone Feminismo Ficção Flávia Mariano Florbela Espanca Fml Pepper Gilka Machado Golfinhos e Tubarões Happer Lee Herdeiro Sevenwatars Hot Hudson Ribeiro Infancia Infanto-juvenil Izabel Brandão Janethe Fontes Jean Shinoda Bolen Juliet Marillier Lançamentos Leonardo Nóbrega Lilian Farias Literatura Literatura Capixaba Literatura Fantastica Literatura Infanto-Juvenil Literatura nacional Livro de colorir Livros Lost Girl Luta pelo fim do racismo e preconceito na literatura Marçal Aquino Margarida Pizarro Maria Wilker Mitos mudança de vida Mulher Mulheres na Poesia Musica Não Pare Negritude O Mundo Encantado das Cores O Segredo de Índie O sol é para todos Outros Tempos Parceiros parcerias Petit Editora Pettit Editora Play List Poemas poemas autorais Lunna Marcela Poesias Projeto 10x10 Promoção promoção Literária Racismo Ramones Resenha Resistência romance Romance Espirita Romance Hot Sagrado Feminino Sarah Kilimanjaro Série de TV Série Vagalume Sevenwaters sociedade celta. A filha da floresta Sol e Lua Sororidade Sorteio Suzana Albornoz Sylvia Day TAGS Tais Cortez Textos Poéticos The L World The Musketereers Trechos de Musica Vikings What Wonderful World

Copyright © Flor Roxa | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...