Poema: Sagrada

quinta-feira, abril 30, 2015

Resenha: Em Busca das Borboletas-volume I, de Margarida Pizzaro

Titulo: Em Busca das Borboletas
Autor: Margarida Pizarro
Data de publicação: Abril de 2014
Número de páginas: 444
Género: Romance
Editora: Chiado Editora

Sinopse:

Maria Mendes é uma luso-americana apaixonada por moda que decide mudar-se para Nova York em busca dos seus sonhos.  Inseparável das suas melhores amigas Joan e Alicia, Maria vive uma amizade com laços profundos impossíveis de ser quebrados, onde as suas vidas entrelaçam-se em momentos lindos e hilariantes. O seu mundo aparentemente perfeito e de paz é alterado quando conhece o sexy e irresistível futuro candidato a Mayor, Dale Sloan. Sem conseguirem evitar, apaixonam-se perdidamente vivendo uma intensa história de amor. Mas as diferenças entre os seus mundos podem ameaçar a sua felicidade, manchando com dúvidas o futuro a dois que eles tanto ansiavam viver. Será que o amor vence todas as barreiras? Um romance que nos faz entrar, ao mesmo tempo, no mundo mágico da moda e na realidade viciante da política americana. Alegria, drama, ação, suspense, diversão, paixão e muito amor numa história mágica que nos leva a rir e a chorar.


Olá Flores,

Acabei de ler o livro mencionado e venho agora fazer algumas considerações sobre a obra. Fico aqui então mais de dez minutos em silêncio olhando a tela em branco pensando como começar, ler o livro foi divertido, a história de Maria e Dale é linda, deliciosa, ele é lindo, carinhoso e muito sexy, mas e daí, o que eu posso falar para vocês leitores sobre esta obra que contribuísse para formação de uma opinião?


Resolvi que inicialmente falarei sobre as borboletas, se Maria, Joan e Alicia se intitulavam e eram reconhecidas como “As três mosqueteiras“ com lema e tudo de uma por todas e todas por uma devido a uma amizade cultivada por elas, de amor, carinho e lealdade, as borboletas que habitavam o interior de nossa protagonista ganham na história vida própria na narrativa de Margarida Pizarro, assumindo uma importância na trama que eu as chamaria de Dartagnan o quarto mosqueteiro.  Se as Joan e Alicia são para Maria equilíbrio e aventura respectivamente, as borboletas são o instinto e o termômetro de Maria, são elas por meio delas que Maria dialoga consigo própria. Durante toda o desenvolver da trama, lá estão as borboletas ora voando enlouquecidas, chocando umas as outras, ora voando rasteiras, ora sumindo totalmente e ora dando saltos vertiginosos ao som de We Are the Champions.

Falando em música, este também é outro diferencial na história que e não por ser marcado por canções, mas porque isso é feito o tempo inteiro, como a vida das nossas meninas é bastante agitada e festiva constantemente musicas são mencionadas e vão desde temas românticos anos 80, Whitney Houston, Celine Dion e muitas outras com as letras transcritas demonstrando um trabalho árduo por parte da autora em estar casando ali as letras das musicas com o que se desenvolve na história. Ponto assertivo da autora quando inclui nesta seleção musical a brasileira Ivete Sangalo e outros artistas de nacionalidades variadas. O detalhe maravilhoso é que tive uma experiência apaixonante com a leitura-escuta desta deste romance, já deixei a pagina do youtube aberta para ir musicando minha leitura e isso foi mágico, então darei destaque para duas delas que foram assim e de fazer-me debulhar em lágrimas. Hê Sofrência !!




Estar em busca das borboletas é oque Maria faz de melhor na vida, perceber o momento e curtir cada emoção como única, ela é uma jovem mulher “antenada” com a moda, profissional competente, independente financeiramente, decidida, segura, determinada e apaixonada. Apaixonada principalmente pela vida, pelas amigas, amigos e familiares. Tudo que ela é e acredita ela entende que as pessoas que a cercam é que dão a ela a sustentação necessária e isso tira ela definitivamente do patamar “senhorita perfeitinha e chata”. Maria é humana, plausível e muito possível em dias atuais eu praticamente a posso ver com seu inseparável ipod no ouvido e as borboletas a lhe revoar as entranhas.


Agora que eu comecei sinto que poderia falar horas e horas sobre a obra, pois tem muita coisa bacana que poderia ser abordada, como por exemplo a linda amizade e cumplicidade das mulheres, mas isso não seria coerente para o momento então deixo a vocês, queridas leitoras e amigas o convite para que também venham aprender com Maria a buscar suas borboletas, mas se elas em algum momento correm de ti, cuide apenas de manter o seu jardim bonito que elas voarão até ele ao som de I Want to Break Free.

Sobre a Autora:
MargaridaAndreia Ribeiro Pizarro nasceu a 6 de Janeiro de 1983 em Guimarães.  Formou-se em Química do Ramo Têxtil na Universidade do Minho e é actualmente Directora Comercial e Produtiva duma Empresa Têxtil.  A escrita sempre foi uma paixão, mas nunca tinha pensado em escrever um livro até 2013 quando, por impulso, começou a escrever este que é o seu primeiro romance. Gosta de uma leitura fácil e fluida. Não se considera de todo uma escritora, mas sim uma contadora de histórias. Gosta de livros que a levem para o mundo dos sonhos e foi precisamente o que tentou com esta história. Considera a escrita uma segunda paixão e já começou a escrever um segundo livro.

Beijos e abraços poéticos,

Reações:

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Olá, Lunna!
    A protagonista parece ser madura e humana, antenada com as pessoas que a rodeia e disposta a aprender, ao menos foi o que sua resenha passou. O livro parece diferente do que tenho visto por ai, suas resenha também, às vezes é cansativo ler 1000 vezes por dia a resenha do mesmo livro...
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie lilian eu também acho isso linda ... é sempre bom ler algo diferente ..bjss

      Excluir
  2. Bom, achei meio estranha essa questão das borboletas colocadas na história... seriam uma representação das amigas dela ou elas aparecem para a protagonista??? O.o
    Bacana o lance da trilha sonora [exceto por Ivete, que odeio rsrsrss]
    Mas não seria meu tipo de leitura que me agrade, então, eu não me atreveria a encarar suas mais de 400 páginas... =T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkas borboletas são aquela sensação que temos no estômago qdo estamos vivendo algo emocionante e no livro a autora descreve o sentimento da protagonista , o estado de espirito usando o simbolo da borboleta ... não sei deu pra entender rsrsr

      Excluir
  3. Oi, Lunna! Tudo bem?
    Uma coisa que achei bem interessante sobre o livro foi o retrato da amizade e cumplicidade entre as mulheres. È uma coisa difícil de achar hoje em dia! E geralmente os livros que leio, quando retratam mulheres, mostram alguma inimizade entre elas. Acho isso um pouco irritante! Enfim, adorei sua resenha, mas não sei se leria o livro por não gostar do gênero.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: Livre-se você também! ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Celly também fico triste qdo velho mulheres representadas como eternas rivais ... grata linda, bjs

      Excluir
  4. Oi, Lunna. Pela sinopse eu não leria não, mas na sua resenha vc enfatizou que a protagonista se distancia da típica perfeitinha chata, já comecei a me animar mais com o livro. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Lunna-linda,
    Sua resenha é maravilhosa… Eu nada sabia sobre o livro além da sinopse e da capa maravilhosas, mas você me encheu de informações que me fizeram admirar o talento da autora. Apesar disso, confesso que não me interessei em ler a história. Se o livro vier à minha mãe, não vou hesitar em lê-lo, mas não acho que irei atrás dele. O livro me pareceu altamente metafórico, o que me agrada, mas o enredo em si não soou convidativo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir

O texto desta postagem foi produzido e elaborado por mim, Lunna Marcela e pensado em você cara leitora. Aqui tento colocar em palavras aquilo que me representa, que possa te alegrar e também representar de alguma forma. Deixe seu comentário pois ele é muito importante para mim....Bls Mil <3

"Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito"

Social Profiles

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Editoras Parceiras

Flor Roxa no Face

Autores Parceiros

Google+ Followers

Posts Populares

TOP COMENTARÍSTAS

Estante Skoob

comentáriosface

Tradutor

Descrição do Flor Roxa

Quando falar já não é suficiente para expressar a nossa essência, nós basta viver em poesia constante.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Unordered List

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sample Text

Leve a Flor

Flor Roxa Poemas e Poesias - Dicas para blogs

Theme Download

Marcadores

#brasilemprosa Amor Anderson Henrique As Aventuras de Pinóquio Autor Autor Parceiro Autores Nacionais Beijo blog parceiro book tour Bruno Félix Butterfly Editora Carina Rissi Chiado Editora Concurso Literário Contos Crimes do Tarô Crossfire David Cohen Denuncia Dia dos Namorados Divulgação Editora Ática Editora Biruta Editora Globo Editora InVerso Editora Jose Olympio Editora Mulheres Editora Parceira Eduardo Rossato Em Busca das Borboletas EraEclipse Editora Eykler Simone Feminismo Ficção Flávia Mariano Florbela Espanca Fml Pepper Gilka Machado Golfinhos e Tubarões Happer Lee Herdeiro Sevenwatars Hot Hudson Ribeiro Infancia Infanto-juvenil Izabel Brandão Janethe Fontes Jean Shinoda Bolen Juliet Marillier Lançamentos Leonardo Nóbrega Lilian Farias Literatura Literatura Capixaba Literatura Fantastica Literatura Infanto-Juvenil Literatura nacional Livro de colorir Livros Lost Girl Luta pelo fim do racismo e preconceito na literatura Marçal Aquino Margarida Pizarro Maria Wilker Mitos mudança de vida Mulher Mulheres na Poesia Musica Não Pare Negritude O Mundo Encantado das Cores O Segredo de Índie O sol é para todos Outros Tempos Parceiros parcerias Petit Editora Pettit Editora Play List Poemas poemas autorais Lunna Marcela Poesias Projeto 10x10 Promoção promoção Literária Racismo Ramones Resenha Resistência romance Romance Espirita Romance Hot Sagrado Feminino Sarah Kilimanjaro Série de TV Série Vagalume Sevenwaters sociedade celta. A filha da floresta Sol e Lua Sororidade Sorteio Suzana Albornoz Sylvia Day TAGS Tais Cortez Textos Poéticos The L World The Musketereers Trechos de Musica Vikings What Wonderful World

Copyright © Flor Roxa | Powered by Blogger
Design by Lizard Themes | Blogger Theme by Lasantha - PremiumBloggerTemplates.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...